sexta-feira, 12 de outubro de 2007

'an end has a start'

sento-me na borda do muro. estou à espera de ti mas tu não vens. já disseste que não vens. mas, dentro de mim resta uma esperança semi-morta que ainda acha que, por um qualquer milagre misterioso que nem eu própria entendo, tu vens. talvez por isso me sente ali naquele muro... nunca fui muito dada a esperar de pé. olho para os lados. ninguém. em frente. ninguém na mesma. ainda viro a cabeça para trás. mas é igual. de ti não há sinal.
sorrio. nem sei o que pareço, ali, sentada na borda do muro, à tua espera, que sei que não vens. tenho vontade de dar uma gargalhada, daquelas que se ouvem a dois quilómetros de distância, mas contenho-me. fecho os olhos por um instante. o sol dos últimos dias de verão a queimar-me a cara. o cheiro da relva que acabou de ser regada. lá ao longe, bem ao longe, o som da água a correr e das crianças a gritar umas com as outras. depois, alguém me toca. e eu, devagarinho abro os olhos e tu estás ali... às vezes, digo-te, tudo podia começar com um beijo...

1 comentário:

mompracem disse...

;) ta mt lindo